O Teu Corpo

Um dos objectivos da Lunette é desmistificar alguns mitos acerca da nossa zona mais íntima, e como tal, a melhor maneira de o fazer é esclarecer todas as questões com a maior clareza possível.

Aqui, vamos explorar a anatomia sexual feminina sem pudor. É importante estarmos familiarizadas com o nosso corpo, e saber que somos todas diferentes.

O Ciclo Menstrual: Como Funciona

A menstruação, ou período, é uma ocorrência normal pela qual todas as mulheres saudáveis passam. No entanto, a forma como cada mulher a passa e enfrenta é sempre diferente.

A menstruação marca o início da puberdade para as meninas, acontecendo normalmente entre os 9 e os 16 anos de idade. Durante o ciclo menstrual, que pode durar entre 2 a 7 dias, o revestimento do útero é libertado, passando através do colo do útero para a vagina e para fora do corpo, designando-se de sangue menstrual.

A quantidade total de sangue que se perde durante um período médio parece ser muito mais do que realmente é.  A consistência do fluxo de sangue geralmente é mais grossa, e o tom aproxima-se mais do vermelho acastanhado. É também frequente passar pela formação de coágulos.

O ciclo menstrual começa no primeiro dia da menstruação e termina no primeiro dia do período seguinte. O ciclo dura em média de 28 dias, mas pode variar de 21 a 45 dias

O Processo Hormonal

Durante o ciclo menstrual, ocorrem uma série de comunicações entre as hormonas no organismo. O estrógenio e a progesterona são os principais intervenientes no ciclo menstrual e é o aumento e a queda de cada um que inicia várias mudanças ao longo do ciclo. Os níveis destas duas hormonas são muito baixos durante a menstruação.

Se a mulher fica grávida, o embrião entra no útero e implanta-se no endométrio poucos dias após a ovulação. Neste caso, os níveis de estrogénio e a progesterona  tornam-se muito elevados, evitando o fluxo menstrual.

As flutuações dos níveis hormonais durante o ciclo menstrual também causam uma série de outras mudanças corporais. Há aumentos e diminuições na temperatura e no corrimento vaginal, bem como dores abdominais que podem ser associadas à ovulação ou ao início da menstruação. Para algumas mulheres esses sintomas são ligeiros, mas para outras pode causar um grave desconforto, podendo mesmo inibir as actividades do dia-a-dia.